Thursday, August 21, 2014

Arrumando malas!


Viajar é muito bom! Delícia demais e um dos melhores investimentos que há: experiência e cultura ninguém te tira :)
Mas para chegar ao destino precisamos de malas e/ou mochilas. Então, dependendo do motivo da trip e do tamanho das malas é necessário muita organização e criatividade. Como faço viagens frequentes de trabalho, já tenho minhas manhas para arrumar. Mas vira e mexe me surpreendo com dicas valiosíssimas. Uma que venho usando muito é a do aspirador de pó + saco tipo ziplock ( com válvula de ar).

O segredo desse truque  é tirar o ar de dentro do saco com as roupas já dentro. O volume ( não o peso!) reduz demais, o que aumenta a capacidade de levarmos ainda mais coisa! No meu caso sempre procuro viajar com malas pequenas, daquelas de carry-on. E ainda despacho a danada. Vou apenas com uma mochila dentro do avião. Minha bolsa ( pequena também) vai dentro da mochila. 

Olha que beleza! 

Desta forma, você ainda protege as roupas!

Detalhe da válvula que possibilita o vácuo



A mala fecha sem problema.


Para isso precisamos desse tipo de saco e um aspirador de pó


Friday, July 18, 2014

Viajar ou não com recém-nascido?


Lucas... em sua primeira viagem para o Brasil :)

Ninguém precisa dizer o dilema moral e físico que é o de decidir se viaja ou não com seu bebê novinho, de até dois meses de idade. Foi um martírio tomar essa decisão por vários motivos:

1) Considerando a data da viagem, meu neném teria apenas 1 mês de vida e alguns dias.... Ou seja, ainda não teria tomado todas vacinas que precisa ( no caso do meu filho, só havia tomado a da hepatite B, ainda no hospital) e as outras só se toma  aos 2 meses de idade.

2) distância da viagem: de Houston ( Estados Unidos)  à Belo Horizonte (Brasil): 13 horas, incluindo conexão.

3) Expor o bebê num lugar confinado, que é um avião.

4) Tinha passado por uma cesareana.... E ainda faltava 10 dias pra completar a quarentena.

Mas havia outras questões a considerar:

1)Estava de licença maternidade do meu trabalho nos EUA e seria a única chance de eu ter mais de 2
semanas ( esse é o período de férias anuais nos EUA) para que minha família e amigos conhecessem meu filho.

2) meu marido estava de férias... E, portanto, poderia viajar comigo.
3) Li e reli todos os comentários possíveis a respeito de viagens do tipo e não encontrei nenhum que falasse que houve problema. Vi apenas julgamentos de pessoas condenando a mãe.
4) Conversei com a pediatra do meu filho e ela disse q o maior problema seria o confinamento do bebê  em lugares cheio de pessoas mas que pela experiência dela ( ela tem vários pacientes cujas

mães são estrangeiras e precisam viajar) nunca houve problema. Contou casos de bebês que viajaram de avião com duas semanas de vida. Ela não proibiu, mas também não me deu carta branca.

5) Conversei com meu obstetra nos EUA e também pediatra e profissionais de saúde no Brasil ... Todos repetiram o que li e ouvi da médica nos EUA.

Resultado: Havia riscos sim, mas não encontrei fatos, estatísticas, relatos de algo negativo demais para viajar com o bebê....Logo, viajei. E digo: deu tudoooo certo! Graças a Deus! Meu bebê, com 1 mês e 3 dias, dormiu a viagem toda.... E deu umas 3 choradinhas( de 1 minutinho, no máximo) só pra mamar. 

Não estou escrevendo esse depoimento para confrontar ninguém. Somente para ajudar mães e pais
que estão no mesmo dilema que tive. O peso na consciência já existe .... Precisamos de informação e
não de julgamentos :)

Escutem os médicos e sempre avaliem a saúde de seu bebê. 

E, se a decisão for "sim".... Que tenham uma feliz e abençoada viagem!



Tensa... Mas feliz!


Onde gastar seu tempo?

Nova-vida-de-mãe :)

Oie!

Mulher de fases :)
Sumi por um tempo e peço mil desculpas a vocês.  Esse tempo foi e está sendo muito importante pra mim.
No dia 31 de Maio de 2014 meu filhinho nasceu: muito cabeludinho, saudável e lindo. Tive que passar por cesareana de emergência...Mas correu tudo bem e estamos ótimos!
Desde então, meu tempo está sendo exclusivamente dedicado a ele. Amamento a cada hora quase! Graças a Deus minha mãe foi pra Houston e me ajudou demaissssss! Mãe-anjo!
No último minuto pensei:
Já que estou de licença maternidade e meu marido de férias, resolvemos vir à Belo Horizonte  com nosso neném visitar minha família. E foi mais correria ( viagem internacional com bebê de um mês... malas...) Mas, de novo, correu tudo muito tranquilo!
Minha rotina está bem simples e calma dentro de casa: amamentar, trocar fraldas, brincar com meu filho, tomar solzinho da manhã, lavar roupa.... Nada a reclamar. Estou amando essa simplicidade :)
E, aos poucos, retorno para esse espaço virtual que tanto adoro e respeito! #dicasingriveis
Bjos e até mais!

Wednesday, April 9, 2014

A tal "tendência" de moda: seguir ou não seguir?


Outro assisti ao vídeo da blogueira Vic Ceridono (adoro ela!!) juntamente com a a Fabi Gomes ( mega profissional) , maquiadora oficial da M.A.C. Elas falavam de cores do momento… cores e tons de maquiagem para as temporadas de primavera/verão 2014 no Hemisfério Norte, que já começou ( Não via a hora de o inverno acabar por aqui!!).

Daí, falavam de tonalidades de batom, de sombra, de blush que bombaram nas passarelas da Europa e EUA para primavera-verão. 

Então, me bateu uma reflexão sobre o que eu realmente filtro informação de moda: eu não sigo o que é trend…fashion, exatamente. Sigo o meu coração! KKk… isso foi um pouco barango, mas é a mais pura verdade. Tenho fases, como a Lua… (e acho que todos nós somos um pouco assim).

Acho que seguir o que está na “tendência” é caro e, muitas vezes, não reflete a pessoa que veste, pois nesses casos seguimos a "ditadura" dos outros, aceitando como certo o que está nas vitrines, sem sequer refletir… 

E moda pra mim é justamente uma forma de se auto expressar, uma forma de se encontrar. Sem isso, não é moda.
Por esses motivos, vivoooo usando maquiagens e roupas que MUITAS vezes  não são o bafafá do momento.

Uma coisa é seguir a indústria da moda, outra é seguir ( e assumir) você mesma(o). E não pensem que estou criticando a indústria em si. Mas é um pensamento apenas sobre como nós nos deixamos levar por ela.

Por exemplo, a Victoria e a Fabi comentaram sobre o batom Snob, da M.A.C. que foi um super hit há uns anos mas que até o momento  estava fadado ao título de “ultrapassado” . MAS disseram também que a nova tendência é que tons frios ( como o Snob !!!) voltem com tudo.


Gente, eu sempre amei o Snob e nem sabia que ele estava “fora de moda”. Nunca deixei de comprá-lo. E me sinto super bem! 
E daí se ele estava "ultrapassado"…. ???


Na verdade, tenho preguiça da tal “tendência” de moda… talvez, inconscientemente, eu fuja desse contexto por que, na verdade, acho que é uma grande retaliação aos nosso gostos e estilos.
Meu lema é respeitar sempre o que você gosta, o que te deixa feliz,  e o seu bolso J


P.s:  O link do Dia de Beaute para o vídeo é esse aqui :)

Produtos (muito) úteis na gravidez!

     
Minha barriga!!! 

Gravidez  é uma loucura hormonal, emocional e física e, com ela (além do neném :)  ocorrem alterações biológicas que podem ser bem incômodas. Sentir a pele esticando aos poucos, o que pode causar estrias; o crescimento do útero e a consequente compressão de nossos orgãos; o intestino também se aperta, daí surge a indesejada prisão de ventre. Sem falar da azia que vai piorando no decorrer da gravidez. Isso, para citar algumas.
 Mas como tudo tem solução, separei aqui alguns produtos que ajudam muito nesses 10 meses de gestação. Ajudam mesmo! Todos eles, principalmente os medicamentos, foram previamente aprovados pelo meu médico aqui em Houston. ( Na primeira consulta, ele me passou uma lista de remédios que podem ser tomados durante a gravidez. Então, estou seguindo essa lista!).

Quanto aos cremes de pele, estou usando o que há de mais natural possível. O que mais uso é o meu querido  óleo de coco (uso um orgânico, para ser usado na cozinha mesmo). Mas também não deixo de passar o óleo de amendôas da Natura depois do banho. 

Uso também uns creminhos em barra da Lush, muito bons e super hidratantes. Comprei um creme bem consistente, orgânico e fino, vendido mais em Londres (comprei pelo site deles)… mas infelizmente estou tendo uma reação alérgica ( bem leve) e parei de usar.

No entanto, até o momento (8  1/2meses  !!!), esses produtos têm funcionado com excelência. Se fosse para escolher os dois melhores e eficazes, seriam com certeza os óleos de coco e amendôas. Sem dúvida alguma! E o melhor... são os mais em conta! Principalnente o de coco ( já vi vendendo no Mercado Central em Belo Horizonte!)

Vamos às fotos :

      Os cremes e óleos que uso. Separo um pouco do óleo de coco em dois potinhos esterelizados ( com álcool). Deixo um do lado da minha cama e outro no trabalho. Sempre no meio do dia, reaplico no corpo. Muitooo bom!

Nessa imagem temos  as vitaminas pré-natal que se recomenda tomar durante toda gravidez ( e até depois de ter o nenén ). O ácido fólico eu tomava só no início( pois as vitaminas incluem o folic acid).Uso também o Tums , pra azia. Funciona muito bem. Um remedinho pra prisão de ventre, água( muitaaa água) e uma compressa pra ajudar na dor de coluna.... :)

Fiz aulas de pre-natal yoga, mas parei pq os horários não se encaixavam com o meu. Comprei esses dvd... MAS ... nunca usei :/ 

Livros de tudo!!! Ganhei um punhado de livros e, na medida do possível, vou lendo. Informação é sempre muito bem vinda!